Postado em 19 de Outubro de 2018 às 13h35

Duo ClariAr leva público a uma volta pela França em noite fascinante

Eventos (167)Institucional (175)Apresentações (164)Visitas (159)
Orquestra Nova Mutum - MT A sala Hilda Strenger Ribeiro da Escola de Música de Nova Mutum foi palco da apresentação do Duo ClariAr, na noite desta quinta-feira (18). O concerto faz parte da Série Amazônia da...

A sala Hilda Strenger Ribeiro da Escola de Música de Nova Mutum foi palco da apresentação do Duo ClariAr, na noite desta quinta-feira (18). O concerto faz parte da Série Amazônia da Temporada Artística 2018 do Instituto Ciranda. Com o duo de clarineta e piano, formado pela clarinetista, Jessica Gubert e pelo pianista, Bruno Pfefferkorn, o espetáculo apresentou peças do cenário musical erudito francês, transportando o público para uma fascinante volta pela França.

A clarinetista Jéssica é de Mato Grosso e por volta de 2011 e 2012, chegou a ministrar aulas na Escola de Música. “Eu morava em Cuiabá e toda semana pegava a estrada para dar aulas aqui. Então quando o maestro Murilo me perguntou se eu gostaria de me apresentar em Nova Mutum, claro que eu aceitei! Era a oportunidade de estar de volta a casa, matar a saudade e ainda em uma ocasião muito especial que é o Duo ClariAr”, contou a jovem.

Já Bruno é de São Paulo, morou na França por um ano se dedicando a música. Os dois se conheceram em programas de música da Universidade de São Paulo e, desde então realizando vários recitais. Esta foi a primeira vez que o pianista se apresentou em Mato Grosso. “Está sendo uma turnê maravilhosa, cheia de novas experiências. Nós costumamos dizer: agora vamos jogar; quando entramos no palco. Pois o mesmo espetáculo é diferente a cada apresentação. Mas em todas as vezes é preciso ter entrosamento entre os músicos é claro, mas também entre o local e o público, e a energia que vocês jogam para gente é uma das coisas que ditam como o espetáculo será”, disse o pianista se dirigindo a plateia.

Do início ao fim do concerto, o público ficou extasiado com o alto nível da apresentação. Quando o espetáculo terminou, era possível sentir a emoção através dos aplausos e elogios.

Poliana Chaves
ASCOM – Escola de Música OJNM

Veja também

Jovem que aprendeu tocar clarineta na OJNM, embarca em turnê pela Europa com a Orquestra Juvenil da Bahia30/08/18 No próximo dia 02 de setembro, a Orquestra Juvenil da Bahia, embarca para uma turnê pela Europa, fazendo parte deste grupo, está o jovem clarinetista, Luiz Pedro Conrado dos Santos, de 23 anos, mais um fruto do nosso projeto social. Foi na Escola de Música Orquestra Jovem de Nova Mutum, que Luiz conheceu e aprendeu a tocar o instrumento que lhe abriu um caminho de incríveis......

Voltar para Blog